segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

DAQUILO QUE ME FAZ BEM!




- Eu gosto dos breves momentos, quando o tempo parece parar!
Acreditem ou não. Um belo momento, que faz o tempo parar pra mim, acontece enquanto eu dirijo o meu carro. Dirigir, às vezes, pode ser estressante, não é mesmo? Mas toda vez que alguém para* pra deixar eu passar... e vice-versa, toda vez que eu vejo a mão do outro motorista levantada, no ar - em agradecimento - eu sempre acho lindo o momento. A gentileza!  Pra mim, é a nossa natureza se manifestando. O bem, em nós, se apresentando outra vez!

O tempo também parece parar por um breve momento quando, após dias de frio, chega o Sol e me aquece por fora e por dentro! Eu tenho uma sensação de proteção.


- Eu gosto de dar e receber abraço!
Uma das coisas que eu mais gosto é abraço! Mas não o "quase abraço", aquele que "vai mas não vai"... uma batidinha nas costas. Gosto de abraçar com vontade. Um abraço apertado, eu aprendi, é tão maravilhoso! Quando a gente abraça, ter alguém assim, tão perto do coração... pra mim, é algo especial.


- Eu gosto das pequenas surpresas, coisas simples...
Semana passada eu entrei numa lojinha e comprei um pretzel. E, pra minha surpresa, aquele foi o pretzel mais gostoso de todos os tempos! Derretia na boca... Contei pra marido e, dias depois, a gente voltou lá. Nos três - eu, ele e o nosso pequeno - sentados no banco, saboreando o pretzel, foi tão bom! Marido virou pra mim e disse: "Os simples prazeres da Vida, hã?!"

Adorei ser pega de surpresa daquele jeito.


- Eu gosto de deixar a imaginação correr solta.
Sabe aqueles momentos quando a imaginação não tem limite? Quando se pensa em coisas boas e um sorriso já vai começando a surgir? Eu adoro fazer isto! Pensar nas possibilidades do Presente, nas oportunidades do Futuro, no que há pra aprender, fazer, descobrir...

E outro dia eu ouvi que "seja a pessoa pessimista ou otimista, a Vida encontra uma maneira de provar que ela está certa...", algo parecido. De acordo com as minhas experiências, tal idéia faz sentido. Então, havendo a possibilidade de acontecer assim... quero ter o que há de melhor, na cabeça e no coração. Pra deixar claro pra Vida, e pra mim mesma, qual é a minha intenção!

---


*De acordo com a nova regra de ortografia, "para" - como em "alguém para pra eu passar" - não tem acento. Ainda não me acostumei...

Nenhum comentário:

Postar um comentário