terça-feira, 21 de maio de 2013

PALAVRAS (Respeito e Gentileza)


Outro dia  eu assisti uma entrevista com a Alícia Keyes! Ela estava contando que não usa, que não gosta e que nem precisava existir a palavra "SE". Disse que deixou de usá-la após um amigo ter lhe perguntado (sobre o que ela queria que acontecesse): "Se acontecer? Você quer dizer QUANDO, certo?" Foi quando ela passou a ter mais cuidado com as palavras e com o que diz pra si mesma. Eu achei interessante e muito válido!

Eu acredito no poder (e na beleza) das palavras. E algumas delas eu escolho não usar. Por exemplo, eu não fui criada chamando ninguém "disto" ou "daquilo", nem sendo chamada de nenhum outro nome que não o meu próprio ou de algum apelido verdadeiramente carinhoso.

E, aqui em casa, é a mesma coisa! Porém, vira e mexe, aparece alguém na tv, ou no desenho, dizendo algo que não precisa ("stupid" aparece em todo lugar, o tempo todo!)... e, outro dia, ouvi meu menino repetindo pra si mesmo algo que ouviu no desenho... e a gente conversou um pouco mais  sobre as palavras novamente.

Há certas coisas que se aprende em casa, que se ouve desde pequenininho, penso eu. E este é o meu importante papel, acredito: ensinar pra ele a ter respeito pelo próximo e POR SI MESMO.

"Seja gentil consigo mesmo, filho!
Beijos e abraço apertadinho.
Te amo. Sua mãe."


2 comentários:

  1. Gentileza e respeito sempre fazem bem! beijos,chica

    ResponderExcluir
  2. Acredito que palavras tem poder! Então vamos usar as melhores!

    Gentileza faz um bem para o coração e para a vida!

    Bjos

    ResponderExcluir